(51)3462-4800 protocolo@camaracanoas.rs.gov.br
menu
Sábado, 15 de maio de 2021
Notícias

Câmara de Canoas adia pautas do dia e dedica sessão à homenagens a ex-vereador Cica e a irmã de Emílio Neto, vítimas de COVID-19


Data: 23 de março de 2021
Crédito: Assessoria de Imprensa
Fotos: Felipe Figueiró / Arquivo Pessoal / Divulgação

Na sessão ordinária de hoje, terça-feira (23), na Câmara Municipal de Canoas, os vereadores adiaram a pauta do dia, demonstrando solidariedade à perda do ex-vereador Alcy Paulo de Oliveira, o Cica e da irmã do vereador Emílio Neto, Daiana Millan. Os únicos requerimentos discutidos e votados foram os votos de pesar para os citados.

Com declarações emotivas por parte dos parlamentares, a tarde foi de homenagens aos citados. A pauta do dia, por sua vez, foi adiada para a próxima sessão. O presidente Marcio Freitas (PDT), decretou três dias oficiais de luto na Câmara. Cica foi vereador por cinco mandatos, pelo PSB e PDT. Também atuou como Secretário Municipal de Obras e de Serviços Urbanos durantes gestões de Jairo Jorge e Marcos Ronchetti. Daiana Millan, de 36 anos, era irmã de Emílio Neto, líder de governo na Câmara Municipal.

REQUEIMENTOS APROVADOS

REQUERIMENTO Nº 59/21: De autoria da casa legislativa e assinada por todos os vereadores, é solicitado votos de profundo de pesar pelo falecimento de Daiana Millan, falecida em 21/03/2021. Irmã do Vereador Emilio Neto, por ter vivido intensamente com muita garra e luta tudo que a vida lhe proporcionou, neste momento em que esteve conosco, junto ao Vereador e seus familiares.

REQUERIMENTO Nº 60/21: De autoria da casa legislativa e assinada por todos os vereadores, é solicitado votos de profundo de pesar pelo falecimento de Alcy Paulo de Oliveira, que faleceu no dia 22/03/2021. O Cica como era conhecido, foi vereador por cinco mandatos seguidos, entre 1988 e 2008, tendo presidido o Legislativo Canoense por três oportunidades. Além disso, ele também atuou como Secretário Municipal de Obras e de Serviços Urbanos durantes gestões de Jairo Jorge e Marcos Ronchetti.




topo