menu
Sábado, 3 de junho de 2023
Notícias

Escola Miguel Lampert recebe homenagem pelo aniversário de 55 anos


Data: 16 de maio de 2023
Crédito: Felipe Figueiró / Assessoria CMC
Fotos: Mariane Silva / Divulgação CMC

O Grande Expediente da noite desta terça-feira, 18, de autoria do vereador José Carlos Patricio (Progressistas), teve como objetivo homenagear os 55 anos do Colégio Estadual Miguel Lampert. Para receber a homenagem, os vereadores receberam Daniele Noschang Kühn - Diretora do Colégio Estadual Miguel; Airton dos Santos Borges - Esposo da Diretora; Liana Bongiolo Fagundes - Coordenadora Adjunta da 27ª CRE; Joice Maria Feller - Ex-Diretora; Vânia Wirtti Stefenon - Ex-Diretora; Vera Lúcia dos Santos Rodrigues - Monitora da Escola; Paulo Roberto Machado da Silva - Ex-Professor; Jurandir Bonacina - Ex-Vereador e Maria Cardozo Silva - Professora.

O vereador proponente trouxe informações sobre a escola, contando sua história e como ela foi criada. "Com verba arrecadada da comunidade, houve a conclusão da obra em fevereiro de 1968, do primeiro prédio do então Ginásio Estadual Miguel Lampert". "Teve sua autorização de funcionamento no dia 15 de maio de 1968, sob direção da professora Ione Stumpf Martimbianco", contou. "A escola recebeu este nome a pedido do então prefeito, Hugo Simões Lagranha, em homenagem póstuma a seu amigo particular, oficial da Aeronáutica, Marechal Miguel Lampert, que foi figura importante na emancipação da cidade, juntamente do médico Victor Hugo Ludwig", lembrou Patricio.

Em seu pronunciamento, Daniele falou que "é um orgulho estar representando a escola nesta data tão importante". "Os resultados que a escola colhe hoje é uma construção de todos e todas as educadoras juntas". "A escola tem uma características de tradição muito forte, onde as pessoas estudam e muitas vezes voltam para trabalhar, trazendo seus filhos e às vezes os netos", ressaltou a diretora. "Aproveito a oportunidade para, claro, pedir para que os representantes olhem para nossa escola, que necessita de uma ampliação urgente, temos nove salas e setecentos alunos, se tivéssemos mais, com certeza ampliaremos muito nosso atendimento". "Se fazemos o que fazemos é por que temos um corpo docente comprometido", encerrou.

Ex-vereador e um dos responsáveis pelas mobilizações para a criação da escola, Jurandir Bonacina, disse que não veio preparado para falar "e sim para recordar, já que é muito importante valorizarmos a participação da comunidade na construção desta caminhada da escola Miguel Lampert". "A escola foi construída, literalmente, pela comunidade, onde buscamos recursos e os anseios das pessoas", lembrou o vereador de oito mandatos.




topo